19/07/2012

Estátua do Arqueiro

100% original. ^^


O Lar do Dragão - Novas Screenshots

Decidi alterar o nome do jogo (enquanto ainda é tempo). O antigo Cacildes e a Maldição do Mal passa a chamar-se O Lar do Dragão, nome com um significado especifico que poderão perceber mais à frente na versão final do jogo.

Chega de parlapié, vamos às imagens! Estas são da Cidade do Rei e por isso são novas, espero que gostem. ^^







Referência às Crónicas de Gelo e do Fogo. ^^

09/07/2012

Blog vai paralisar durante uma semana...

Devido a um azar com um exame escolar, a minha participação no blog vai evaporar-se durante uma semana. Não vou tocar em projetos, em gráficos, não vou desenhar nem tão pouco pensar em RPG Maker (não prometo mesmo em relação às Crónicas hihi). Acontece que preciso de fazer a disciplina de Física e Química, por isso, pessoal, entretenham-se com a beta do Cacildes, voltarei dentro de uma semana, na Quarta-Feira, dia 18 de Julho. Oxalá volte com uma vitória sobre este exame para o qual vou estudar nos próximos dias.

Assähai.

08/07/2012

Brienne de Tarth

Brienne is loyal, stubborn, headstrong, and judgmental. Despite the repeated insults from knights, who mockingly call her “Brienne the Beauty”, she holds a simple idea of knighthood, believing that knights should be chivalrous and always honor their vows.



Bug GRAVE na beta do jogo

Imagem Postada

Aqui neste mapa não é possível prosseguir pois há uma planta no caminho. Isto foi erro meu e peço desde já muita desculpa. O arquivo que se segue em baixo resolve este problema e permite ao jogador continuar nesta caverna. Como instalar?

Coloque o arquivo Map043 dentro da pasta DATA do jogo. Isto deverá resolver o problema.


http://www.4shared.com/file/YOAtlwMl/Map043.html

Agradeço a compreensão!

06/07/2012

Skyrim Online?


Matéria premiada na RPG Maker Brasil!

Acaba de sair a Folha de Ouro de Junho na RPG Maker Brasil, afiliada aqui no Lar do Dragão. Para minha surpresa, o artigo "Dicas de Como Criar um Jogo de Sucesso" conseguiu o primeiro lugar e saiu como vencedor do evento deste mês.


1º LUGAR
E o primeiro lugar fica com fbu, ou conhecido também como Fly Boy Under com sua aula "Dicas para criar um jogo de sucesso!".

Sem dúvidas um material bem detalhado e com excelentes dicas. Esse merece o primeiro lugar. E pra melhorar é um material completo, abrangendo todas as áreas da criação de jogos e explica bem como se deve começar um projeto sério no RPG Maker.


Parabéns a mim xD e parabéns também aos outros membros que ficaram em 2º e 3º Lugar.


2º LUGAR
O segundo lugar vai para Symphon e seu estudo de roteiro " [Destrinchando o RMXP] Passo-A-Passo: Variáveis".

Bom tutorial, apesar de gigantesco e intimidador. Vale a pena ler e aprender mais sobre o assunto, pra quem está programando, e pra quem esta iniciando para obter um conhecimento mais amplo sobre o assunto.

3º LUGAR
O terceiro lugar fica com o tutorial de Nandik " Neologismo: Como criar palavras novas".


Para quem quiser saber mais acerca do evento da Folha de Ouro, segue o link.
http://www.rpgmakerbrasil.net/forum/eventos-e-concursos/folha-de-ouro-de-junho/new/#new

Peace out, brothers.

Primeiro de muitos...

... desenhos para o projeto! Antes, todos os desenhos que fiz para o jogo eram feitos com o mouse. Agora comprei uma tablet e espero poder começar a trabalhar a sério na área. Por agora deixo-vos com um teste, algo que fiz em uma horita:


Espero que gostem. Beijocas.

Música do Dia #2


A versão do Bob com os The Wailers é fantástica. Esta é mais lenta, muito menos ritmo "ska" se quiserem.

05/07/2012

Entrevista com Soruve (Interview with Soruve)


Entrevista com Soruve




No verão de 2009 entrevistei por mensagem pessoal no fórum RPG Maker VX a famosa artista Soruve, conhecida pelo seu trabalho com tilesets e chars disponibilizados no seu sítio pessoal e também nas demais comunidades makers.

Infelizmente esta entrevista nunca foi dada a conhecer ao público pois naquela altura eu não possuía os conhecimentos necessários para traduzir a entrevista para a língua portuguesa. Felizmente, isso mudou. Apesar de já terem passado 3 anos, a entrevista tem bastante qualidade e a Soruve (que se mostrou na altura uma pessoa bastante simpática e bem disposta) continua a ser uma artista de renome pelo universo do RPG Maker.

Sem mais lenga lenga, vamos à entrevista!

29 de Julho de 2009

FBU: Olá Soruve. Vamos começar a nossa entrevista falando sobre ti. Conta-nos lá, como é que é a Soruve da vida real?
Soruve: Bem, eu sou apenas uma estudante universitária tranquila que está a graduar-se em Artes Plásticas e que vive em Colorado, nos EUA. Gosto de desenhar (desenho muito) e quero conseguir uma carreira a partir desta atividade, embora ainda tenha bastante para aprender! Eu penso que é tudo o que posso dizer sobre mim. Eu sou apenas o tipo de pessoa que normalmente guarda tudo para si.

FBU: Muito bem, vamos mudar para outro assunto: RPG Maker. Então Soruve, conta-nos lá como foi que conhecestes esta ferramente que move multidões e como foi o teu primeiro contacto com ela.
Soruve: Soube pela primeira vez do RPG Maker (na altura foi o RM2k3) numa webcomic que costumava ler; a autora mencinou que estava a criar um jogo sobre a própria comic. Uns anos mais tarde, começei a pensar o quão divertido seria criar um RPG e então lembrei-me do programa da webcomic e deparei-me com o RPG Maker XP. Brinquei um pouco com ele e depressa encontrei-me afeiçoada à ferramenta e criei alguns jogos que nunca publiquei.
Então surgiu o VX e o resto é história.

 

FBU: Quais foram as tuas primeiras impresses acerca do programa?
Soruve: Eu achei o XP muito bom, apesar de não saber trabalhar bem com ele pois era bastante inexperiente na altura. A única coisa que me emocionou menos foi o sistema de batalha com vista de frente, pois estava à espera de um sistema de batalha lateral. Quando a EB anunciou o lançamento do RMVX, a minha primeira impressão não foi muito boa. Não gostei dos gráficos (exceto os das faces e dos battlers); Não gostei da forma retangular que tudo tinha. Naquele tempo, achei que iria ficar presa ao RMXP, mas quando o VX saiu em inglês, diverti-me muito com esta nova versão e comprei-a logo no mesmo dia.
Agora é o meu programa preferido (risos). J

FBU: Se tivesses a oportunidade de melhorar algo no RPG Maker, o que seria que escolhias?
SORUVE:
Eu definitivamente melhoraria a interface na qual os gráficos são tratados. Já aconteceu muitas vezes esbarrar contra um obstáculo por causa das limitações do programa. Uma vez que as artes visuais são a minha especialidade, é óbvio que não gosto de estar limitada no que faço. Estou bastante grata por haver códigos que conseguem superar estes limites. Se não existissem, não saberia o que fazer.

A limitação de tilesets do RPG Maker VX.


FBU: Soruve, provavelmente criastes alguns projetos testes no programa ou pelo menos, tiveste as tuas experiências com ele. Mas o que quero saber é isto: há algum projeto de RPG Maker em desenvolvimento?
SORUVE: Atualmente estou numa equipa que está a desenvolver um jogo chamado Lodestone2D, que teve agora um capítulo lançado. Tenho estado a trabalhar com eles (echorev e bulletxt) desde Outubro de 2008 e é a primeira equipa em que estou a gostar bastante de fazer parte. Quanto aos projetos a solo, não posso dizer que realmente existe um. Eu tenho algumas ideias a flutuar na minha cabeça, mas nenhuma delas tomou forma suficiente para começar um projeto.

 

FBU: O que achas das comunidas de RPG Maker nacionais e internacionais?
SORUVE: Eu acho que elas são fantásticas e um ótimo lugar para passar o tempo. Há tantas pessoas com tantas ideias e é um lugar excelente para receber feedback pelos trabalhos que crio. Eu adoro ver o que as pessoas estão a criar e as discussões que elas trazem para lá, ajudando-te a desenvolver as tuas próprias ideias e os teus jogos. As pessoas são fantásticas e são elas que tornam as comunidades interessantes. Há alguns membros que arruinam a experiência, mas felizmente há mais pessoas boas e generosas entre esses “estraga prazeres”. (Risos)


FBU: Como te sentes sendo uma pessoa importante dentro da comunidade maker? E como é o trabalho de um staffer de uma das melhores comunidades de RPG Maker VX do mundo?
SORUVE: Nunca pensei nisso dessa forma. Não posso dizer que me sinto importante, apenas sinto que faço parte da comunidade, contribuindo sempre que posso! Quanto à minha integração na staff, estou orgulhosa por fazer parte da equipa e isso ajudou-me a ser uma pessoa mais confiante, mais do que a pessoa que costumava ser.

FBU: Então e estás a seguir algum projeto? Tens algum favorito?
SORUVE: Eu costumava seguir vários projetos, mas agora muitos desapareceram com o tempo, infelizmente. Atualmente estou só a seguir alguns projetos, entre os quais: Master of Wind e Quintessence (com o Master of Wind sendo o meu favorito). Estou sempre à espreita pelos projetos dos membros Hima ou Avadan, uma vez que valem sempre a pena jogar.

FBU: Há alguém que admires? Algum ídolo que tenhas na comunidade maker?
SORUVE: Há muitas pessoas que admiro por várias razões! Admiro bastantes artistas da  comunidade, tais como Razvan Sedekiah, pela arte belíssima e pela sua energia; Antares pelas suas habilidades como spriter e artista, admiro bastante a sua ajuda com a comunidade, está sempre lá para responder aos pedidos dos membros. É uma pena que não a tenho visto muito nos fóruns ultimamente. Ainda há o Twin Matrix dos fóruns da HBGames, que completou um jogo com 90% a 100% com gráficos da sua autoria. Criar um jogo com gráficos 100% exclusivos é algo extremamente difícil de fazer, acreditem. Há muitas outras pessoas na comunidade que admire, mas decidi nomear algumas apenas.

FBU: O que gostas mais de fazer no RPG Maker?
SORUVE: Se existe algo que gosto de fazer, é criar gráficos! Encontro-me às vezes a passar mais tempo a criar gráficos para um jogo, do que propriamente a fazê-lo. Provavelmente é por isso que os meus jogos raramente chegam tão longe. (Risos).

FBU: E quai os teus objetivos no mundo maker? É ajudar a comunidade? Criar um jogo?
SORUVE: Não posso dizer que tenho um objetivo claro, pois apenas faço aquilo que gosto e que me dá gozo, ou seja, criar gráficos para a comunidade e ajudar sempre que me for possível.

FBU: O que achas do futuro do RPG Maker? O que podemos nós, makers, fazer para o melhorar?
SORUVE: Eu penso que o futuro do RM será brilhante, enquanto houverem pessoas a ajudarem-se umas às outras e a contribuirem com recursos gráficos e códigos para todos usarem. O que eu penso que poderia melhorar é a Enterbrain parar de pôr de lado características de outras versões quando criam outras engines. Não devia de ser assim, devia de sim haver um melhoramento!

FBU: O que te motivou para ajudares as pessoas e os seus jogos?
SORUVE: Eu queria partilhar os recursos que havia criado com pessoas que provavelmente teriam um melhor uso para eles do que eu. Pouco depois percebi que se queria seguir uma carreira em artes, teria de ganhar experiência com pedidos de outras pessoas, prazos (lançamentos da Resource Staff) e todo o tipo de coisas. Mas no fim, tudo o que me motivou foi apenas isto: desejo de partilhar.

FBU: Quando alguém utiliza os teus recursos, como te sentes? Concretizada pessoalmente?
SORUVE: Fico encantada!
É gratificante ver outras pessoas a usar os recursos que me deram tanto trabalho. Eu sou o tipo de pessoa que duvida das suas próprias artes, por isso fico sempre preocupada se a comunidade vai ou não utilizar os meus gráficos. Por isso, há uma grande dose de motivação e de contentamento quando todas essas dúvidas estão erradas. (Risos)

FBU: Já tiveste problemas com o teu trabalho? Já alguma vez foste vítima de plágio ou o teu trabalho foi roubado?
SORUVE: Até agora não tive tantos problemas nesse contexto. A maioria das pessoas nas várias comunidades parecem ser generosas com os créditos e respeitam sempre os criadores. Houve algumas situações menos felizes, em que alguns usuários partilhavam os gráficos e esqueciam-se de dar créditos, mas os outros usuários da comunidade resolveram as situações bastante bem. Na comunidade, vigiamos todos uns pelos outros.

FBU: O que define um bom RPG na tua opinião?
SORUVE: Se há algo que define é um bom grupo de personagens que são bem trabalhados. Até as mais simples histórias podem ser divertidas com bons personagens. Claro que uma boa história faz um bom RPG e dá ao jogador uma motivação para continuar a jogar, e também a atmosfera (humor, gráficos e música), que infelizmente são factores postos de lados em muitas produções, são outros pontos importantes que definifem um bom jogo e ajudam a melhorar a história. Mas se existe algo mais importante, que está incluido em qualquer tipo de jogo, é a possibilidade de nos divertirmos com o jogo. O que de bom pode haver num jogo se não há diversão a jogar?

FBU: Que mensagem gostarias de deixar aos leitores desta entrevista e aos teus fãs?
SORUVE: Eu gostaria de poder dizer algo perspicaz e por aí, mas penso que não tenho muito a dizer. Se alguém é um aspirante a artista, pratique todos os dias e lembre-se: não tem a ver com as ferramentas que se utiliza para criar arte, mas sim quem as usa. Não é preciso ter a última versão do Photoshop ou uma mesa electrónica para criar arte. Tudo o que é preciso é saber utilizar as ferramentas. Sabendo utilizá-las, podes criar coisas fantásticas com elas.


FBU: Uma última pergunta antes de jogarmos um jogo. Eu gostava de saber que visão tens da comunidade de língua portuguesa do RPG Maker. O que achas dos trabalhos dos makers portugueses e brasileiros? Alguma vez pudeste participar em algum fórum de RPG Maker português?
SORUVE: Parece-me uma ótima comunidade, mas infelizmente não sei ler português, por isso nunca participei em nenhuma. No entanto, às vezes pesquiso para ver que projetos estão a desenvolver e que recursos gráficos e sonoros os membros andam a criar!

FBU: E para terminar, Soruve, vamos a um jogo rápido de perguntas e respostas!

A jogar: Star Ocean II
Melhor jogo: Okami
Melhor programa: RPG Maker VX
Comando de Evento: Condição
Recurso Gráfico: Faceset
Melhor jogo de RM: Master of the Wind
Amas: Inspiração
Odeias: Argumentos
Adoras: Paz e Sossego
Não gostas: Perder coisas importantes.

FBU: E assim termina a entrevista. Agradeço bastante a disponibilidade da entrevistadora e desejo o maior sucesso na sua carreira como maker e como artista profissional!


ANEXO:

Perfil da entrevistada em RPG Maker VX.Net


Master of the Wind (Jogo)

Lodestone2D (Jogo)

Resource Staff Release (Tópico)

Realizada a 29 de Julho de 2009
Traduzida, revista e publicada a 5 de Julho de 2012


Conteúdo postado originalmente em O LAR DO DRAGÃO (rmvxace.blospot.com)
Esta entrevista não pode ser publicada em outro lugar sem aviso prévio.

Noah



O autor deste blog é na verdade um cão.

Woof Woof Ruff Ruff Wauuuuuuuuu!

Clã das Lâminas Esquecidas

Enquanto não recebo feedback do jogo, vou pensando nos novos conteúdos que o mesmo terá daqui para a frente. Por enquanto estão previstos existirem ao todo 4 clãs/guildas/facções no jogo, onde o jogador pode completar quests secundárias e aumentar a longevidade do jogo.

As guildas já disponíveis (mas com questlines incompletas) na beta são o Clã dos Mineiros e o Clã dos Elfos Puritanos. As outras duas guildas estão localizadas na cidade real e são elas Os Filhos da Legião (Exército Real) e o Clã dos Larápios.

Então que é isto do Clã das Lâminas Esquecidas? É fácil explicar, basta ir pelo nome. É um clã de antigos mestres ferreiros e de seus estudantes que preza a aventura antiquária da busca por espadas antigas e mágicas. Espadas raras, por assim dizer! Cacildes deve procurar por cada uma em templos, cavernas e catacumbas, retornar com elas (podendo experimentar os poderes das mesmas durante a volta para o clã) e entregá-las ao quest giver. Depois a espada fica acessível numa loja própria do clã onde o jogador pode reavê-la, bastando para isso ter dinheiro (muito dinheiro).

Este seria o clã com maior número de questlines (uma vez que haverá muitas espadas, aliás, já as tenho todas escritas e planeadas). Uma bela adição ao jogo, mas que por enquanto ainda está no papel.

Fiquem bem, pessoal.

04/07/2012

Beta lançada!

► Download:

Notas:


Ei-la aqui, a beta oficial do projeto. Só haverá esta e creio que seja mais que suficiente (mesmo suficiente) para vos mostrar do que se trata este projeto. Não é apenas um jogo de comédia como muitos julgaram erroneamente e preconceituosamente. Este projeto vai mais além e é por isso que convido-vos a dar uma olhada.

São 200 MB e o projeto está sem RTP. Porquê do tamanho? Músicas em .mp3, muitos tilesets e muitos gráficos adicionais. Tenho a certeza que ninguém vai fazer o download de 200 megas sem querer mesmo experimentar o projeto, por isso, àqueles que o fizerem, por favor enviem-me as vossas opiniões, são muito importantes.

Não vou querer saber de reclamações sobre o tamanho do arquivo .zip, até porque vivemos já numa época em que fazer o download de uma giga é algo relativamente fácil e rápido nas internets mais modestas como a minha.

Uma última advertência, pessoal. Não tive tempo de testar a beta toda (são muitos mapas, muitos eventos e muitos scripts). Por essa razão envio o projeto desencriptado. Caso haja algum problema que vos impeça de prosseguir no jogo, têm a minha permissão para editar o projeto da forma que acharem mais conveniente e que melhor resolva o bug. E claro, reportem todos os bugs que encontrarem! O meu e-mail vai dentro da pasta do jogo e no próprio jogo. Obrigado!